[post #008] Gone, gone, gone… R.I.P. DIRTY BEACHES – 2005-2014

Passei tanto tempo do ano passado tentando descobrir coisas novas, musicalmente, ou escutando DSBM, que simplesmente não fiquei sabendo que Dirty Beaches havia acabado. Para alguém que vive em um permanente estado de alienação mental [ou em ‘daydream’, como veremos em uma entrevista em breve…], como eu, não saber de coisas é algo bastante normal, mas descobrir isso, estes dias, via Pitchfork, me deixou um pouco para baixo…

beaches1

Dirty Beaches é [foi] o projeto do multi instrumentista Alex Zhang Hungtai, cuja sonoridade não posso descrever como nada além de drone music, sem deixar de acrescentar, no entanto, que em cada título foram explorados diferentes espectros musicais, elementos sonoros… talvez… o que estou tentando dizer é ele tenha tentado captar e cativar diferentes emoções nos ouvintes, ao longo de sua discografia. E embora eu não soubesse do fim do projeto, devo dizer que o último lançamento, Stateless, cuja capa encontra-se atualmente na minha ‘galeria de audição’, porque eu realmente não paro de escutá-lo, é bastante melancólico, em especial a última faixa, dialogando acerca da finitude, Time washes away everything, de uma beleza sufocante…

Você pode escutar ou baixar Statelles e, em especial, Time washes away everything via Bandcamp.

Este é um vídeo de uma música de seu primeiro CDR… SIM um CDR, algo tão raro que nem eu me atrevo a ir atrás… mas, honestamente, de uma beleza ímpar…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s