[post #021.3] Lançamentos de 2016 (2º tri) [português]

Lançamentos de 2016 que podem merecer sua atenção

(abril, maio e junho)

[e algumas coisas que ficaram de fora dos meses anteriores]

   Definitivamente eu não poderia estar mais empolgado com um post – pois posso afirmar sem reservas que a música underground está passando por um ótimo momento! Para além de ótimos lançamentos internacionais, este segundo trimestre foi particularmente positivo para a música nacional – não apenas deveras variada como, sobretudo, criativa e mesmo inovadora em alguns segmentos. Desafio, assim, os leitores a conferirem os materiais abaixo para que tirem suas próprias conclusões: coloquem seus fones de ouvido e apertem o play!

Observação: o termo ‘música underground’ se refere a uma infinidade de gêneros e é impossível acompanhar todos os lançamentos da atualidade [estou escrevendo um texto sobre isso]. O que temos aqui diz respeito apenas à um pequeno conjunto de gêneros.

Títulos de outros países

Anti-Freeze/Stollo – Mothman prophecies [split album] [Anti-freeze part] [Stollo part is free download]
Apenas acesse os links e confira. Raw, ambient, punk, folk, peso e desolação. Se o próprio mítico Mothman pudesse escutar isto eu creio que ele se sentiria honrado.

Auxeptheon – Serpentfire [demo]
Inacreditável projeto de black metal atmosférico! Embora a banda tenha sido econômica nas tags eu agregaria ‘progressive’, ‘psychedelic’ e ‘avant gard’, acrescentando ainda que eles são extremamente melódicos sem serem açucarados e bastante hipnóticos em algumas passagens. 100% recomendado!

Funeral Art – Demo
Ótimo projeto da Guatemala, combinando dungeon synth com elementos mais ríspidos do black metal.

Harmr – Demo
Esta demo é um pouco difícil, mas creio que a banda merece maior atenção. No easy listening.

Hey Exit!
Hey Exit tem investido pesado na combinação das sonoridades extremas da música experimental, transitando entre o harsh noise wall, o noise e traços notavelmente melódicos. Seu últimos trabalhos, Caudata e Slow names 4, são incríveis – mas o experimento musical Every recording of Gymnopedie 1 é absolutamente notável!

Koprotopsy – Awaken the abysses EP
Imagine uma banda de black metal podrão agregando elementos místicos em sua sonoridade, num lance meio 90’s? Eis o que estes franceses têm a oferecer!

Noč – Demo V e Demo VI
Mais uma vez esta one man band leva o black metal a novos territórios musicais: na Demo V ele retorna ao black metal e na Demo VI volta ao cloud rap com um peso e com uma angústia notáveis.

Speck – Antiheart
Drone music da mais alta qualidade, espectral e diáfana. Isso para não falar da capa, uma verdadeira pintura.

Talog – Talog
Certamente um álbum de ambient synth, porém bastante minimalista e mesmo silencioso em alguns momentos.

Tegroth – Nothing left [ouvir pelo YT]
O projeto desta one-atormented-soul da Nova Zelândia é uma das melhores manifestações musicais da atualidade – caótico, sinistro e desolador. Seus urros e murmúrios incompreensíveis vão esgotar toda sua esperança na vida.

The Depressick – 1962
Incrível fusão de depressive rock, DSBM e post-metal. Os vocais, angustiados e cheios de energia, são o destaque.

Unreqvited – Disquiet
Esta banda de depressive/atmospheric post-black metal apresenta aqui, como preview, apenas duas faixas, extremamente criativas – o full, por sua vez, será lançado em outubro pela Pest Productions. Preciso dizer mais? Bem, preciso: os vocais, quase sempre gritos carregados de sofrimento, são perturbadores.

Zeal and Ardor – Devil is fine
Surpreendente fusão de black metal com negro spirituals.

Your Schizophrenia – Юдоль Печали (álbum 3, se eu estiver correto)
Criativa fusão entre minimal piano, ambiente and spoken word.

Selos

Hobo Tapes
Este selo finlandês, sem fins lucrativos, lança apenas tapes – não apenas, assim, acessíveis economicamente como, sobretudo, de uma qualidade impressionante. Recomendo aos leitores que consultem o catálogo deles, mas de saída destaco dois lançamentos magníficos:

MTS M – Negative sessions
Ambient/experimental noise de alta qualidade, combinando a impacto de um harsh noise wall à momentos melódicos de modo brilhante.

Napalm Ted – Into a black ooze
Este power trio finlandês tem uma sonoridade incrível e soa como Slayer nos anos 80, em alguns momentos. Não consigo encontrar maneira melhor de falar bem deles!

Meia-Vida
Selo nacional 100% diy que também lança a maior parte de sua produção por meio de tapes. Noise, improvisação e post-punk. Para poder recomendá-los melhor, no entanto, peço licença para indicar um título lançado no final de 2015:

Flores Feias – F .˙. F .˙.
E aqui uma entrevista extremamente inteligente com uma das fundadoras do Meia-Vida, falando justamente sobre Flores Feias mas, sobretudo, sobre os princípios e as razões de ser do selo.

Títulos nacionais

Abismika – Infortúnio
Experimental e criativo, Depression 4, a alma e o corpo por trás deste projeto, lançou um full digno de honra [cópias físicas disponíveis pela Depressive Illusions]. Os títulos das músicas causam arrepio – e a letras vão te deixar bem para baixo.

As Long As I Can – Demo
Novo projeto de Putrefactus, agora ainda mais depressivo. Espere por passagens bastante viajantes e belos dedilhados acústicos.

Cristalv – infeliz.mente EP
Fantástica fusão de dark beats e cloud rap com os temas líricos do dsbm. O resultado é surpreendente e viciante!

Def – Sobre os prédios que derrubei tentando salvar o dia (parte 1)
Promissor lançamento da Bichano Records. Para fãs de emo folk hardcore e indie music.

Happy Hearts – Lost inside [ouvir via YT]
Melancolia profunda trazida ao mundo real por meio de um minimal synth notável.

Lado Esquerdo Vazio – Póstumo
Eis que finalmente um dos títulos que eu mais aguardava chegou à luz do dia! Em breve publicarei uma entrevista com a banda.

Invernium/Nihus – Forgotten voices [Split] [stream by YT] [Invernium parte] [Nihus parte]
Ótimo encontro entre estes dois projetos!

Luison – Vazio EP
Ambient black metal com elementos do dsbm. Este primeiro lançamento oficial traz uma sonoridade bastante desoladora em suas digressões acerca do vazio da existência humana – mas a primeira faixa lançada na web, “Além do inconsciente”, apresentava fortes matizes indígenas em sua composição.

Melancholiliê – Nonexistence [ouvir pelo YT]
DSBM reduzido à sua mais ínfima potência, beirando talvez outros gêneros… Sensível e atormentado.

Nihus – Monólogo do sofrimento
DSBM com solos de guitarra memoráveis e vocais impecáveis! Audição obrigatória para fãs do gênero!

Narcose
Tenho acompanhado esta incrível banda de Campina Grande desde seu surgimento na web e posso dizer que eles têm potencial para entrar para o hall imortal do black metal brasileiro. Com uma sonoridade pouco lapidada e furiosa, as faixas já lançadas nos permitem vislumbrar um lançamento de peso: [Felicidade entorpecida] [Até que a luz nos leve] [Buracos negros] [A banda surgiu como Psykiatricentrum e então mudou para Narcose].

Nitllot
Membro da Narcose, Nitllot tem se mostrado extremamente versátil em diversos formatos: dsbm, horrorcore, dark trap. Seu projeto mais autoral começou como algo mais ambiente/dungeon synth e logo se avolumou em um post-black metal genial. Foram lançadas três faixas como prévias – mas se as duas primeiras [I] [II] mostram grande talento, a terceira tem seu lugar garantido na lista de melhores do ano [versão original] [versão remixada]!

Nostalgia – Lost… [single]
Excelente single deste projeto de post-black metal.

Old Memory – Alcoolismo
Raw black metal sobre um tema caro ao dsbm – a busca pelo esquecimento na bebida.

Robert Misan – Silver clouds EP
Shoegaze, minimal synth, minimal piano – algo entre estes três gêneros. O resultado é brilhante.

!Sabactâni/Daydream – Obscura melancolia [Split] [escutar via YT] [baixar]
Dobradinha blackgaze/post-metal de dois projetos nacionais de alto nível!

Sem dó – F.C.S.P. (vídeo no YT) e DEVIL (vídeo no YT)
Projeto de horrorcore nacional extremamente pesado e cada vez mais sinistro.

shadoW – Edward and Sophia [loose track]
Intimista e tocante, esta elegia hipnótica é uma das melhores composições do ano. shadoW é uma artista portuguesa atualmente residindo no Brasil – razão pela qual estou incluindo-o neste ‘lado’ da seleção.

Synonism of Torment – A cloud over the pianist
Álbum de estreia desta alma melancólica que eu prenunciara em minha última seleção.

Yvyy – sonnelism, landscape
Incrível projeto fundindo black metal e vaporwave.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s